0 votos
Fui pela segunda vez a uma gira ontem. Pra mim tem sido uma descoberta, porque nao tenho ninguem (amigos ou familiares) vinculados. Fui sozinho e tenho lido MUITO pela internet buscando entender tudo.

Era uma gira de Exu. Nao sabia o que esperar, e confesso me me tolhi um pouco com o "jeito"  dele. Sem ressentimentos, mas realmente foi minha reação primeira. O Exu me orientou a fazer uma firmeza com o Exu Mirim, coisa que segui.
Na noite de ontem para hoje tive um sonho muito emblematico. Li tudo o que há na internet sobre o Exu Mirim e tudo, estou fascinado e respeitoso (sempre).

A pergunta é: além das giras, qual outro meio de cultivar uma "amizade" ou uma proximidade com uma entidade? Gostaria de ouvir mais o que ele teria a me dizer. É correto esperar isso de Exu?. Meu foco e enxergar as coisas que preciso enxergar, nada de petições ou esperar que ele resolva meus problemas....

Abs
perguntou por

1 Resposta

0 votos
Como experiência pessoal minha, vou lhe dizer, não que seja uma regra, apenas conselho:
Uma firmeza feita a entidade cria um vínculo, mas você não precisa e não deve forçar uma aproximação. Imagine a situação onde você vê alguém na rua e decide virar amigo dele. Começa a seguir, ir em todo lugar que ele vai, ligar a toda hora, chamar pra sair, invadir seu espaço. Chato, não?
O guardião tem o tempo dele para te preparar, ele precisa disso. Se você começar a forçar a barra, ele mesmo vai te afastar pra você entender isso. Eu por exemplo segui o mesmo caminho na época, forcei, tentei pesquisar tudo sobre o guardião e o que aconteceu: não encontrava nada, meus chamados não eram atendidos e até minhas giras enfraqueceram. Ai uma bela noite, depois de um breve desanimo de minha parte ele apareceu em sonho e falou comigo. Foi tudo que eu precisava e quando eu não esperava.
Isso já vai de encontro ao meu segundo conselho. Estudar é bom, estudar demais confunde.
Não saia por ai no pai google devorando tudo que você encontra que você vai acabar se confundindo, e as vezes ainda, passando na frente da entidade para impor coisas diferentes pra ela fazer do que ela realmente quer.
O estudo (teoria) é importante, mas não adianta eu ler 10 livros sobre natação e pular no rio sem saber a parte prática, eu vou afundar...
De espaço ao seus guias e guardiões e permitam que eles te preparem, o que demora. Assim as manifestações serão mais puras e firmes.
Nem tudo os livros ensinam, acredite, os livros podem ser caminhos, mas é você quem tem as pernas!
respondida por (3.8k pontos)
Alguns dias se passaram e me aprofundei na generalidade dos exus (detalhes que nao conhecia). No mais, continuo seguindo as praticas e recomendações que ouvi naquela gira.
Compreendo seus pontos. Obrigado pela resposta!
...