Categorias

459 perguntas

1k respostas

4.5k comentários

2.2k usuários

0 votos
Não consigo encontrar nada, nenhuma literatura ou relato sobre a entidade Caboclo Tarumã. Alguém conhece?
perguntou por
HISTORIA DO CABOCLO TARUMÃ

A história contada pela entidade espiritual Caboclo Sete Montanhas (filho do caboclo Tarumã), através do médium MARCOS M. PINTO.
 O caboclo “Sete Montanhas”, trouxe a história do seu pai, o caboclo TARUMÃ, que veio com sua tribo ainda criança. Essa tribo saiu da Patagônia para explorar outra região, já que era uma tribo de nômades, com sua chegada na região sul do nosso pais, conhecida hoje como Rio Grande do Sul. Veio com a ajuda e orientações dos astecas.
Foi crescendo na ordem e lei de sua tribo, mas assim que seu pai faleceu, se tornou o responsável. E com uma visão maravilhosa sobre a evolução, sendo um visionário, com muito esclarecimento e coragem, terminou com o canibalismo, orientando e educando as novas gerações. Com isso, a possibilidade de viajar entres as aldeias e estados, onde todos liberavam a passagem da tribo MARAJOARA e perguntavam:  
- Quem vem lá?   Marajoara de Tarumã …e era liberado.
Esse caboclo Tarumã, visionário e responsável por uma das tribos de MARAJOARA, nasceu em meados de 1046, na Patagônia e veio para nossa terra ainda menino, chegando ao sul do país, onde encontrou uma terra governada pelos Tupi-guarani e os Tupinambás, de modo que, eles eram obrigados a viver escondidos com seu povo. Viu que essa terra era fértil na agricultura, na pesca e na caça e fixaram a sua nova morada.
Mas o forte dessa tribo MARAJOARA se torno a cerâmica, suas mulheres eram verdadeiras artesãs, com a inspiração dos astecas criavam sua arte na cerâmica conhecida até hoje mundialmente.
Após seu desencarne e com sua evolução na grandiosidade, passou a trabalhar na linha de OGUM ROMPE MATO.
E com certeza aqui na nossa amada Umbanda, nasce uma nova falange de caboclos Tarumã.

Curiosidade da história de Tarumã
Essa história foi contada para a médium PATRICIA FABRE, por seu marido Marcos M. Pinto, que ao saber que estava grávida, prestou-lhe homenagem, dando nome a seu filho, CAIO TARUMA FABRE PINTO, nascido em 18/04/1997.
E assim que resolveram abrir sua casa espiritual em 26/07/2007, optaram por dar esse nome ao espaço, TENDA DE UMBANDA TARUMÃ, que hoje atende todas as segundas e sextas-feiras, às 20H30, na Rua Antônia Benedita Leite, 290- Vila São Sebastião – Ferraz de Vasconcelos-SP.

Hoje
Esse lugar abençoado tem a liberdade de apreender e se apaixonar pelos filhos, entidades especiais e maravilhosas, que podem nos orientar e mudar nossa consciência e realidade.
Um espaço, onde com certeza, irmãos do astral e irmãos carnais recebem ajuda e compreensão sobre sua caminhada na fé, com paixão, muito amor e respeito a todos.
Uma casa onde nada se cobra, só um abraço.

Axé para quem é do axé!

2 Respostas

0 votos
Olá irmã (o),

Entre em contato com os administradores desta fanpage: https://www.facebook.com/TUT-Tenda-de-Umbanda-Tarum%C3%A3-132992340388151/

Eles poderão auxiliá-la (o) com mais informações acerca do Caboclo que dá nome ao Terreiro deles.

Axé!
respondida por (3.3k pontos)
0 votos
HISTORIA DO CABOCLO TARUMÃ

A história contada pela entidade espiritual Caboclo Sete Montanhas (filho do caboclo Tarumã), através do médium MARCOS M. PINTO.
 O caboclo “Sete Montanhas”, trouxe a história do seu pai, o caboclo TARUMÃ, que veio com sua tribo ainda criança. Essa tribo saiu da Patagônia para explorar outra região, já que era uma tribo de nômades, com sua chegada na região sul do nosso pais, conhecida hoje como Rio Grande do Sul. Veio com a ajuda e orientações dos astecas.
Foi crescendo na ordem e lei de sua tribo, mas assim que seu pai faleceu, se tornou o responsável. E com uma visão maravilhosa sobre a evolução, sendo um visionário, com muito esclarecimento e coragem, terminou com o canibalismo, orientando e educando as novas gerações. Com isso, a possibilidade de viajar entres as aldeias e estados, onde todos liberavam a passagem da tribo MARAJOARA e perguntavam:  
- Quem vem lá?   Marajoara de Tarumã …e era liberado.
Esse caboclo Tarumã, visionário e responsável por uma das tribos de MARAJOARA, nasceu em meados de 1046, na Patagônia e veio para nossa terra ainda menino, chegando ao sul do país, onde encontrou uma terra governada pelos Tupi-guarani e os Tupinambás, de modo que, eles eram obrigados a viver escondidos com seu povo. Viu que essa terra era fértil na agricultura, na pesca e na caça e fixaram a sua nova morada.
Mas o forte dessa tribo MARAJOARA se torno a cerâmica, suas mulheres eram verdadeiras artesãs, com a inspiração dos astecas criavam sua arte na cerâmica conhecida até hoje mundialmente.
Após seu desencarne e com sua evolução na grandiosidade, passou a trabalhar na linha de OGUM ROMPE MATO.
E com certeza aqui na nossa amada Umbanda, nasce uma nova falange de caboclos Tarumã.

Curiosidade da história de Tarumã
Essa história foi contada para a médium PATRICIA FABRE, por seu marido Marcos M. Pinto, que ao saber que estava grávida, prestou-lhe homenagem, dando nome a seu filho, CAIO TARUMA FABRE PINTO, nascido em 18/04/1997.
E assim que resolveram abrir sua casa espiritual em 26/07/2007, optaram por dar esse nome ao espaço, TENDA DE UMBANDA TARUMÃ, que hoje atende todas as segundas e sextas-feiras, às 20H30, na Rua Antônia Benedita Leite, 290- Vila São Sebastião – Ferraz de Vasconcelos-SP.


Hoje
Esse lugar abençoado tem a liberdade de apreender e se apaixonar pelos filhos, entidades especiais e maravilhosas, que podem nos orientar e mudar nossa consciência e realidade.
Um espaço, onde com certeza, irmãos do astral e irmãos carnais recebem ajuda e compreensão sobre sua caminhada na fé, com paixão, muito amor e respeito a todos.
Uma casa onde nada se cobra, só um abraço.

Axé para quem é do axé!
respondida por
...